Umbrella

08/05/2010

Me perguntaram quantas cores o guarda-chuva dessa foto tem, mas não consegui achar nenhum guarda-chuva na foto…

Msn trash life #2

04/04/2010

(click para ampliar)

preocupações

01/04/2010

ter preocupações é a melhor coisa da vida em alguns momentos. elas nos dão ótimos motivos para encher a cara.

playground

10/03/2010

eu brincava com os pelos de sua pubis enquanto ela me olhava
eramos jovens, inocentes e não tão inteligentes
conversavamos no escuro a respeito de experiencias passadas
contando em detalhes coisas que fizemos e deixamos de fazer
ela se esforçava para se abrir ao máximo
“é pra você me conhecer por completo”
e meu pau latejava de tão duro
tinhamos acabado de trepar e eu já queria de novo
enquanto ela divagava em seu momento pós-sexo
acendi um cigarro, ja sabendo que não treparia de novo durante algum tempo
e sem querer deixei um pouco de cinza quente cair sobre seu seio
ela deu um pulo
o que fez meu cigarro voar para entre suas pernas
bem no playground
ela gritou “ááái”
eu disse “merda”
e depois pensei
“se tivessemos trepado de novo nada disso teria acontecido”

orkut gozadinho

10/03/2010

Uma ex namorada minha dizia que sentia exatamente as mesmas coisas quando eu falava “amor, hoje vou atrás tá?”

voz

26/02/2010

cada pessoa tem uma voz
um timbre diferente
reconhecemos uns aos outros primariamente pela visão
e logo em seguida pela audição

no escuro se ouço a voz de alguem conhecido
logo sei quem é
se tentam imitar a minha
dificilmente conseguem fazer de uma forma que engane quem realmente me conhece

com as mulheres é a mesma coisa

algumas tem a voz grave
outras mais fina

algumas tem a voz rouca, grave
tantas com vozes normais
e algumas que mesmo depois de velhas, ainda parecem crianças falando

mas uma voz, uma única voz feminina é inconfundível

não importa se sua voz é rouca ou melodiosa
quando você geme você atinge o ponto alto de sua sonoridade

o gemido feminino é a linguagem universal
tanto faz se ela é russa, alemã, sueca ou japonesa
uma mulher gemendo é algo inconfundível
é lindo
chega a ser poético

faze-la gemer algo pode ser constrangedor
pode ser mentira também
bem como pode ser tão lindo quanto beethoven
talvéz até mais bonito que bach ou chopin

ouvi-la gemer, suave ou pesado, com a respiração descordenada
literalmente com os pulmões de fora
como se o coração batesse na ponta da lingua
existe som mais bonito?

o gemido masculino eu dispenso
é algo que pessoalmente não me atrai, mesmo o meu proprio
mas o feminino, ele tem algo que me tira do sério
posso estar na merda, fodido, pensando em me matar
mas se ouço uma mulher gemendo forte, mesmo que aos berros
vejo que a vida ainda tem significado
pelo menos por hora
e quando a faço gemer
é como se o mundo gemesse junto
é lindo

concreto

21/02/2010

acordei suando

um calor infernal

meu sangue

fervia

pulsando a mil por hora

estava com uma ereção

de concreto

sonhei com ela

Relacionamentos…

20/12/2009

Enquanto isso na Uol…

Nem li o texto, mas aposto como as seis dicas são:

1) Esteja nua.

2) Leve cerveja.

3) Brinque com seus seios enquanto você fala com ele.

4) Não fale muito, e se possível nem mesmo fale.

5) Sorria. Sempre sorria. Nunca pare de sorrir.

6) Se ele não quiser conversar faça sexo oral nele. Depois de terminar, tente conversar novamente (levando outra cerveja). Se ele ainda não quiser conversar, faça sexo oral e leve cerveja quantas vezes forem necessárias até ele te ouvir, e depois, acenda um cigarro pra ele.

E se nada der certo, chegue sem dizer uma só palavra, sorrindo e levando uma cerveja prensada entre os seios, faça sexo oral e acenda o cigarro dele depois do ato(dessa forma você conseguirá seguir todas as dicas de uma só vez, fazendo ele acreditar que você é a mulher perfeita)

Msn trash life #1

17/12/2009

Sodomia

17/12/2009

Uma vez enquanto fazia sexo com minha namorada, ao ver seus prantos de dor pensei:

– Para dar o cú é realmente necessário ser muito macho, pois aparentemente dói pra caralho.

Em seguida desvinculei meu pensamento aplicando-lhe um leve tapa na nádega direita.

Gay?

17/12/2009

Uma vez me perguntaram:

– Você é gay?

E eu prontamente respondi:

– Não sei.

– Como assim não sabe? Ou você é ou você não é!

– Sinceramente não sei, nunca provei dessas coisas… E pretendo morrer sem saber, pois para saber terei de provar.

segunda-feira

14/12/2009

segunda feira:  o dia mais broxante, massante, lento, pesado, cruel e sonolento da semana. fato.

Manhã de chuva

21/11/2009

Na ressaca da vida

Na dor de cabeça

No desejo de nada

Abro meus olhos para mais um dia

Pensamentos fluem como água pelo ralo

Dor de cabeça alcoólica da noite que passou

Moralmente desconfortável

Preguiça de viver nesse dia cinza

Não tenho animo nem para minha viola ou meus marlboros

Já não consigo mais dormir, o calor me impede

Deito e olho pela janela, preguiçoso do que há de vir

Na ressaquenta manhã de chuva

Gordo

18/11/2009

Fisicamente sou gordo, intelectualmente sou magro.

Me dá um cigarro?

16/11/2009

Uma vez eu estava na rua sozinho em pleno gonzaga, já passava das 22 ou 23 horas. Veio um cidadão numa bicicleta:

– Ai playboy, passa tudo que tu tem ai!

Eu não tinha nada, só uma carteira vazia, algumas moedas e meu maço de cigarros. Dei minhas moedas, mostrei a carteira vazia e guardei os cigarros de volta.

– Dá o maço de cigarro também, mano!

Dei os cigarros. Quando ele já ia indo embora eu falei:

– Ae brother, me arranja um cigarro? Acabei de ser assaltado, to mó nervoso e to sem cigarro…

O cara deu uma risada, me alcançou um cigarro e foi embora.

Gente fina esse assaltante, uma pessoa de bom coração.

Fuck it,… life

11/11/2009

Com um sorriso cumprimento todos alegre e gentilemente, mas por dentro penso apenas VAI PRA PUTA QUE O PARIU.

Voce está bem? Não,… não estou bem porra, aguentando um monte de filha da puta, com um soriso mais falso do que gozada de prostituta, tendo sempre que escutar as merdas e problemas de um bando de gente.

Quer saber? Vai pra casa do caralho, se mais um filha da puta me pedir um cigarro hoje, enfio o cigarro no cú dele até sair pela cabeça.

Puta merda, não aguento mais tanto problemas, tanta pressão, neim uma porra de um porre posso tomar hoje por causa da desgraça do remedio.

Odio e indignação, já não tenho mais onde guardar.

Porra por que diabos não caio morto de uma vez, caralho que alivio demorado esse.

Tenho que viver escutando merdas no trabalho e na vida, e afinal, qual é a das mulheres com aquelas verdadeiras diarreias vocal? Voces so querem dar a merda da buceta mesmo, se sentem algo por alguem, com toda a certeza posso afirmar que por min não é, afinal sempre foi assim. Então pegem essa porra de discurso de bosta, onde falam que querem me ver mas bla bla bla, e atole tão fundo que eu nunca mais veja tanta asneira junta denovo.

Até a merda da felicidade dos outros hoje me enoja querem ser felizes e alegres que seja bem longe de min, não suporto mais essa putaria de alegria do meu lado quando o que so vejo é degraça.

Passo um pouco da minha raiva para o papel, se vai machucar alguem, quero mais é que se foda, só não aguento mais isso tudo sem desabafar.

Cabeça se extinguiu.

Sanidade por um fio.

Ainda à de haver, quem a vida não destruiu.

Beleza Mitológica

09/11/2009

 

Ontem fiquei com uma garota, gente boa e com uma beleza mitológica.
Beleza mitológica????
Pois é,… mais parecia um minotauro.

 

eu topo

06/11/2009

uma coisa que me irrita profundamente é como meu coraçãozinho me trata. ele acha que devo me apaixonar por qualquer coisa que respire. isso por um lado é lindo – se um dia você aparecer em minha vida eu te amarei loucamente – mas por outro é nojento.

nojento pois muitas vezes – quase sempre na verdade – abro mão de mim mesmo em prol de sua excelentissima felicidade. ela importa mais que a minha? muitas vezes não, mas eu continuo fingindo que sim. por quê?  porque eu sou assim. sou intenso, gosto de viver mentiras maravilhosas. canto, danço, escrevo poesias… olho nos olhos e digo as mais sinceras mentiras do mundo. tudo enganação. balela. muita filhadaputisse minha assumir assim abertamente, mas é verdade. então foda-se.

já falei e vi tantas coisas diferentes… nada que realmente valesse a pena de ser lembrado, mas que volta e meia surgem na minha mente.

lembro da historia da menina dos olhos de cristal. era dezembro e fazia um calor infernal. havia acabado de conhecer ela e tinhamos saido apenas uma vez. na segunda, resolvemos caminhar pelo mundo e ver o que ele tinha para nos oferecer.

paramos em um grande jardim com uma vista do caralho, ao redor outros casais faziam sua usual troca-de-baba frenchkiss. ficamos lá por um tempo indeterminado. lembro que o sol estava a pino, algo totalmente inaceitavel. mas com ela ao meu lado tudo parecia mais ameno. derrepente o sol se foi, e usando outro clichê nojento, fez o dia virar noite. uma chuva torrencial despencou sobre nós, lavando a baba dos casais e seus kisses encebados.

as pessoas levantavam e corriam a procura de abrigo. nós ficamos. de 10 ou 15 casais, sobramos apenas nós – eu e a menina dos olhos de cristal.

olhamos um pro outro e decidimos, sem trocar uma palavra, que seria mais interessante ficar por lá mesmo. embaixo da chuva, nos beijando e nos olhando – simplesmente olhando.

até aquele momento essa garota não significava muito para mim. apenas um affair com quem eu gastava meu tempo livre. mas ai vieram os olhos.

entre um beijo e outro resolvi abrir meus olhos para ver os dela. nossa sintonia foi tão grande nesse sentimento que ela resolveu fazer a mesma coisa também – ao mesmo tempo que eu.

nossos olhos se cruzaram, e os centimetros que os separavam fisicamente sumiram. lembro do brilho dos olhos dela como algo intocavel. era um brilho que eu jamais havia visto em minha vida, algo totalmente novo e puro. pude ler seus sentimentos como quem le um livro, e através do de seus olhos vi algo que nao havia visto até então.

eu era mais novo, inexperiente, vagabundo e me julgava um cara perfeito.

sim, é insensivel da minha parte dizer isso tudo, mas realmente aconteceu. eu não procurava uma paixao, procurava apenas por sexo sem muito compromisso. mas meu coração – sim, eu tenho um – adora me pregar peças e me foder. quando vi aqueles olhos, sob a chuva, meu estomago revirou. minha cabeça dizia “você precisa ama-la  gagobrielo, voce precisa, voce deve, senao ela vai chorar e chorar e nunca mais sairá da sua cabeça”. eu tentei. forcei. e, finalmente, amei.

agora eu te pergunto: seria isso carencia? seria paixão pela paixão? seria dó, pois ela me amava e eu não a amava de volta?

a paixão é o meu ópio. vivo para ela e sem ela eu não vivo. sem ela sou cinza, palido, uma xérox de 15 centavos de quem fui um dia, enfiado em meu quarto fumando marlboros e pensando nas coisas que deveria ter dito e não disse.

vamos nos apaixonar? eu te deixarei nas nuvens, direi coisas lindas e prepararei surpresas inesqueciveis. mas isso um dia vai acabar, e quando acabar, você desejará que eu nunca tivesse entrado na sua vida.

você topa? eu topo.

o que é o que é

31/10/2009

As cicatrizes da batalha ainda em meu corpo.

O desgaste é tão forte que deitado mal consigo levantar.

Acabou? parece que sim.

Ao meu lado um corpo inerte.

Em minha cabeça a sensação de vitoria.

Foi uma briga difícil.

Ambos já entraram na batalha cansado de outras guerras nesse confronto.

Sangue ainda escorre de min junto a uma momentânea paz.

Um oponente esplendido e valioso.

Desde a primeira troca de olhares.

Sabia que acabaríamos nos confrontando.

Mas como sempre cachorro velho de guerra as batalhas já não machucam mais, o que machuca é depois dela.

ex

31/10/2009

O que parece vazio atraz e cheio na frente?

minha ex?